Agora, que você já sabe da importância em desenvolver uma identidade visual própria, é hora de adentrarmos um pouco mais em um aspecto essencial para conseguirmos bons resultados: a escolha das cores. Elas darão o tom da sua assinatura visual ao permear todas as peças de comunicação que vão levar sua marca para o mercado, seja por meio do cartão de visita, fachada, papelaria, banners, cards para redes sociais e outros materiais.

Por isso, é importante conhecer a influência desses pigmentos para a visibilidade do seu consultório e saber como eleger as cores que melhor dialogam com o propósito da sua marca.

Psicologia das cores

A verdade é que o Marketing e a Psicologia andam de mãos bem dadas. Quando o assunto é a paleta de cor da identidade visual, é importante estudar quais sensações e emoções cada pigmento pode desencadear na percepção do público antes de eleger os tons da sua marca.

A Roda das Emoções de Plutchik, também conhecida como Roda das Cores, considera que existem oito emoções primárias — raiva, medo, tristeza, nojo, surpresa, curiosidade, aceitação e alegria — que estão relacionadas aos pigmentos, conforme foto abaixo:

Resultado de imagem para roda das cores Plutchik pling

Depois de observar rapidamente esse material, já podemos mapear quais tonalidades estarão mais alinhadas à comunicação do propósito de um consultório de Psicologia. Cores que passeiam pelo roxo, lilás, rosa e laranja claro são bem-vistas, uma vez que detonam emoções fáceis de lidar, e que, geralmente, estão associadas à saúde e ao bem-estar.

Harmonia entre as cores

No entanto, há outros aspectos que devem ser considerados para a escolha da paleta de cor de sua identidade visual, como a combinação entre os pigmentos. A intenção é fazer com que sua marca seja autêntica e expressiva e, para isso, a harmonia entre as cores é fundamental. Afinal, essa dança determinará a legibilidade das peças e a produção de um símbolo visualmente marcante (e adequado) para seu negócio. E aqui reunimos algumas dicas para você fazer isso com maestria!

1. Observe sua concorrência

Acompanhar pessoas e empresas que estão no mesmo ramo que o seu e as quais você admira pode lhe render boas ideias de como proceder não somente na escolha das cores, como também em todas as outras questões que tem dúvida. Já ouviu a sábia frase “para inovar não é necessário inventar a roda”? Aqui se aplica!

2. Conte com ajuda de um aplicativo

Tem alguma imagem que lhe incite a sensação que gostaria de passar para seus clientes? Pois bem! Use-a como referência para escolher a paleta de cor da sua identidade visual. Neste post, reunimos alguns apps que facilitam essa identificação. Gratuitos e automatizados!

3. Conheça teoria das cores

Esse é um assunto indicado para todas as pessoas que desejam empreender e tirar do papel as ideias — especialmente profissionais da área de Design. A Teoria das Cores é uma classificação da matiz de pigmentos a partir das suas diferentes combinações, que podem ser complementares, análogas, monocromáticas, entre outras.

Essa organização nos permite ter mais clareza sobre quais associações são ideais para gerar mais contraste, legibilidade e harmonia. Veja o resumo dessa Teoria no quadro abaixo:

Resultado de imagem para esquema de cores pling

Significado das cores

É interessante também levar em conta as interpretações da Psicologia associadas a cada pigmento. Isso o ajudará a embasar a escolha da cores para a identidade visual do seu consultório. Vamos conhecer?

Excitação

A escala das cores quentes, como vermelho e suas nuances, remetem à coragem e juventude. Esses pigmentos podem colaborar para o aumento da pressão sanguínea e do ritmo respiratório. Estão relacionados à energia, entusiamo e amor. É comum vê-los em marcas de alimentação rápida por atrair consumidores no impulso.

Otimismo

O Laranja está ao calor, ao sol, à luz, ou seja, aspectos que remetem positividade, interesse, antecipação e também provocam sensação de bem-estar e alegria.

Criatividade e espiritualidade

Tons roxos e violetas são ótimas opções para compor a identidade visual de um consultório de Psicologia. Isso porque transmite sensação de sabedoria, iluminação e criatividade.

Confiança

Outra boa opção para a identidade visual do seu consultório são os tons azuis, que integram a escala das cores frias. São responsáveis por instigar sensação de reflexão, contemplação, além de diminuírem a pressão arterial. Ou seja, colaboram para a criação de um ambiente calmo, tranquilo e harmônico. Perfeito quando o assunto é bem-estar!

Equilíbrio e paz

Os tons verdes, próprios da natureza, e as cores neutras são especialmente capazes de transmitir sensação de equilíbrio, saúde, harmonia e paz. Então, cores como o branco, nude, verde claro, verde escuro e cinza são muito interessantes para compor a assinatura visual do seu consultório.

Já deu para notar que as cores e suas combinações influenciam diretamente na mensagem que deseja transmitir com sua marca, não é mesmo?

E, então, que acha de continuar o aprendizado no universo das cores para investir na sua identidade visual? Baixe agora nosso Guia completo das Cores e o Sucesso do seu consultório!