A arte da paquera, provavelmente, você já conhece: as pessoas investem na autoimagem, tomam doses de simpatia, bom humor e se esforçam para representar um bom companheiro para o futuro par, não é mesmo? Pois bem, nós humanos, embora frágeis e incipientes na façanha da sedução, estamos sempre inventando artimanhas para seguir logrando êxito na área.

Ué, mas como é mesmo que esses aprendizados nos processos de paquera vão ajudar na conquista de mais pacientes para o meu consultório? Ahá! É isso que mostraremos neste post!

1. Descubra seu potencial

Na vida amorosa e pessoal, o potencial é aquela característica que é intrínseca a alguém. Aquilo que não há esforço em praticar. No marketing, chamaríamos de diferencial competitivo, que são aqueles atributos que você desempenha com maestria e te diferenciam dos demais negócios do mercado. Um bom indício para descobri-los é ouvir o que os seus pacientes têm a dizer.

Pois, acredite: encontrar essa chama em você pode ajudar nos processos de conquistas. Isso porque quando a gente mapeia e conhece bem nosso próprio potencial, fica mais fácil de colocá-lo a serviço de todos.

Portanto, invista um tempo em realmente descobrir aquilo que te importa, qual área dentro da Psicologia que gosta mais de atuar, quais hábitos de atendimento são as marcas do seu consultório e concentre sua energia em potencializar essas características.

2. Invista na sua autoimagem

Sim! Essa atitude é fundamental e te lembramos o porquê: é menos provável que uma pessoa queira conhecer você (pessoa ou negócio) se sua imagem é descuidada, suja e desmazelada. Contudo, não estamos dizendo que é necessário seguir padrões, ok?

O interessante em investir na autoimagem é fortalecer aquilo que já é seu por natureza — lembra-se do diferencial competitivo? Nada de parecer ser o que não é. Então, na prática, significa cuidar do seu consultório para que ele transmita credibilidade e profissionalismo. Para isso, observe itens como:

  • Marca e identidade visual: analise se sua comunicação visual está alinhada ao seu propósito e se traz características amadoras, como falta de qualidade nos elementos;
  • Presença na internet: como sua marca aparece nas redes sociais, por exemplo? Se está presente de uma maneira descuidada — vida pessoal e profissional juntas, posts com imagens sem qualidade —, melhor excluir as contas no mundo virtual;
  • Espaço físico: observe se oferece um ambiente limpo, confortável e organizado para seus pacientes.

3. Cuide dos seus relacionamentos

O modo como você se comunica é especialmente determinante na duração dos seus relacionamentos, correto? Assim como na vida pessoal, dispensar certa atenção e cuidado nesse sentido também pode te ajudar na conquista de pacientes para seu consultório e, claro, fidelização daqueles que já estão contigo.

Então, é importante pensar como está a troca entre você, sua equipe e seus pacientes. Por exemplo, você sabe como são escritos os e-mails e mensagens que envia para sua base de clientes? Com que frequência isso é feito? Será que está invasivo ou adequado? A linguagem utilizada afeta e encanta o outro? Como são recebidas as ligações no consultório?

Fique atento, pois disponibilidade, cordialidade e gentileza são ingredientes que fazem uma boa receita na hora de cuidar dessa comunicação. E a dica aqui é orientar, sempre que possível, o atendimento para esse caminho. Vale lembrar que a maneira como todo esse processo acontece também influencia na imagem do seu consultório, ok?

Embora essas sejam algumas atitudes positivas para trilhar um caminho de sucesso, a verdade é que não há fórmula quando os assuntos são subjetivos. Tanto faz se o intuito é a conquista dos nossos pares ou se é a conquista de pacientes para o nosso consultório, não é mesmo?

Como já dissemos, descobrir o próprio potencial é a tarefa mais bela e importante que pode existir na vida de alguém. Quando conectados a esse propósito, vivendo a partir daquilo que temos de melhor, naturalmente, vamos encontrando maneiras de atrair um fluxo abundante para todas as áreas das nossas vidas. Então, reforçamos nossa dica preciosa para conseguir mais pacientes para seu consultório: encontre quem você é e siga sendo!

Mas claro que há alguma pistas práticas para você saber se está no caminho ideal. Quer saber quais são? Leia agora nosso post com os erros mais comuns de psicólogos na divulgação do próprio consultório.