Etapa essencial para o sucesso de um negócio, o Marketing por vezes é negligenciado entre os pequenos empreendedores, especialmente na área de saúde, quando é exigido certa atenção e cuidado para as abordagens nas estratégias de comunicação. E, desse cenário, é comum suscitar a seguinte dúvida na cabeça dos psicólogos: será que estou divulgando meu consultório da forma correta?

“A divulgação do meu consultório está garantida: já estou no Instagram, Facebook, fiz um LinkedIn e investi também em um canal no Youtube. Agora, as pessoas vão notar minha empresa com certeza!”. Bom, quando o assunto é divulgação, histórias como essa, de empreendedores que acreditam na máxima “quanto mais melhor” , são comuns no dia a dia de jovens negócios.

Acontece que nem sempre essa demanda de esforço não planejado vai atender à expectativa de resultados para seu crescimento. Então, se você ainda não tem clareza de como divulgar seu consultório da forma correta, não deixe de ler este post até o final. Reunimos agora as melhores técnicas para seu consultório crescer de maneira sustentável.

Reunimos as principais falhas que todo empreendedor (inclusive, psicólogo) está sujeito a cometer nesse processo pra te afirmar, sem dúvidas: é possível divulgar bem seu consultório com total ética e profissionalismo. E o passo a passo para fazer isso é o que vamos mostrar neste post! Vamos conhecer?

Estou divulgando meu consultório de psicologia da maneira correta?

Essa é a hora de descobrir, empreendedor. Pegue a caneta e o papel, atente-se à lista abaixo e anote tudo. Afinal, os erros de outras pessoas também podem presentes no seu dia a dia também, ok?

Tenha um logo

O primeiro passo para toda essa história de divulgação começa pela aparência do seu consultório. E ainda não estamos falando de espaço físico ou identidade visual, viu?

Aqui, a dica é simples: tenha um logo autêntico. Um símbolo para traduzir a essência do seu negócio e ilustrar sua presença na internet. Isso porque esse material estampará o avatar do Instagram, a capa do Facebook, a página inicial do seu site e todos os seus materiais de comunicação. Ou seja, é imprescindível que ele traduza credibilidade e profissionalismo. Lembre-se: seu logo é sua impressão digital no mercado.

Esteja no Google

Hoje em dia, existem ferramentas gratuitas do Google para que seu público encontre sua empresa de e em qualquer lugar do mundo. Uma delas é o Google Meu Negócio, que reúne informações acerca da localização, contatos, serviços oferecidos e avaliações da sua empresa.

Além de ser utilidade pública para os usuários da internet — quantas vezes você já buscou no Google o endereço daquele restaurante que você só conhecer o nome —, o Google Meu Negócio ainda gera um relatório mensal sobre o desempenho do seu consultório na ferramenta: quantas pessoas procuraram, clicaram ou entraram em contato, por exemplo.

Então, cuidar e manter a presença da sua empresa sempre atualizada nesta ferramenta pode ser uma boa fonte de divulgação.

Descubra as redes sociais onde precisa estar

Sabe aquele ditado popular de colocar o chapéu somente onde sua mão pode alcançar? É perfeito para ilustrar a necessidade de seu consultório estar na internet e, logo, nas redes sociais. Antes de sair criando conta em todas as redes sociais em alta no momento, avalie e quais delas o seu público utiliza e interage.

Outra questão importante é, claro, observar se você dispõe de tempo para gerir esses canais onde vai estar profissionalmente ou se tem dinheiro para terceirizar essa gestão. Afinal, quando nos referimos às redes sociais, estamos falando de produção de conteúdo e socialização com as pessoas interessadas no seu negócio.

Seja relevante para as pessoas

Um dos mandamentos para uma boa prática de divulgação na internet é não ser o tio do panfleto que incomoda com propaganda a qualquer hora, em qualquer lugar. Diferentemente do universo offline, o mundo virtual exige (especialmente, nas redes sociais) uma postura mais relacional do que comercial. As pessoas desejam interagir com marcas que conversam com o público, produzem conteúdo que entregam valor, e não somente que vendem.

Por isso, a palavra de ordem é relevância. Em meio às postagens descontraídas que as redes sociais trazem, encontre seu tom de voz para se relacionar com seu público. Ofereça dicas úteis, mostre seu rosto, apresente seu ponto de vista, apoie campanhas que dialoguem com o seu negócio e, claro, seja transparente com as pessoas.

Assim, cativará o coração do seu público e, pouco a pouco, crescem as chances de potencializar sua divulgação na internet.

Invista sem medo na divulgação do seu serviço

É possível criar uma comunicação que gere conexão com as pessoas e ao mesmo tempo divulgue seu trabalho. Esqueça aquela história de que psicólogo bom não precisa sequer ter cartão de visitas. As pessoas precisam saber da sua existência. Cuide apenas para que todo o processo de comunicação seja feito com muito zelo, cuidado e respeite as normas que o Conselho da Profissional exige, ok? E, claro, lembre-se sempre da regra número um: inserir seu registro de classe em todo material de divulgação.

Falta de planejamento

Essa é a falha número um entre os profissionais de saúde. Fato que é extremamente compreensível, nós sabemos, por se tratar de uma área que pouco aborda questões relacionadas à administração e marketing de um negócio no dia a dia.

No entanto, esses conhecimentos são extremamente necessários. Então, se deseja divulgar seu consultório de psicologia da forma correta, encorajamos que comece assim:

  1. Defina seus serviços: responda, nessa etapa, a algumas perguntas norteadoras como “O que desejo oferecer ao mundo com meu trabalho?”; “Quais são minhas habilidades?”; “Quais são minhas ferramentas de trabalho?”; “Trabalharei com consultoria ou atendimentos clínicos?”;
  2. Conheça seu público: quem são as pessoas que você intenciona atender, quem está precisando do seu trabalho? Ex.: casais em crise, crianças com dificuldade de aprendizado, etc;
  3. Defina seu local de atendimento: serão atendimentos presenciais ou online? consultório próprio ou co-working?
  4. Pense na divulgação: como as pessoas saberão da existência dos seu atendimentos? nessa etapa é hora de planejar se terá um site, uma marca, em quais redes sociais estará presente, se investirá em um cartão de visita, entre outras ações. Lembre-se sempre de incluir seu registro no conselho de classe em todos esse materiais, ok?

Marcas sem profissionalismo

Se você optou por criar uma marca para seu consultório, certifique-se de que ela possui qualidade suficiente para representá-lo. Por falta de conhecimento da importância desse símbolo, é comum ver profissionais usando logo em baixa resolução ou utilizando imagens não autorais. Um erro grave!

Então, a dica é contratar profissionais capacitados para fazer a sua marca, ok?

Identidade visual incompatível

O ideal para a divulgação do seu consultório, especialmente na internet, é criar um padrão que alinhe todos os seu materiais — cartão de visita, site, redes sociais, etc — tanto na linguagem quanto no visual.

É corriqueiro ver uma empresa divulgando seus serviços com peças tão distintas uma das outras que sequer parece se tratar da mesma marca. Então, além de não gerar confusão, investir na criação dessa identidade visual forte pode ajudar os seus pacientes a encontrar seus consultório e reconhecê-lo com mais facilidade.

Redes sociais para postagens pessoais

Atenção! Com esse tópico, não estamos dizendo que você não pode aparecer no próprio perfil ou deixá-lo completamente formal. A intenção aqui é acender uma luz sobre o fato de que publicações com o cunho mais pessoal, de lazer com amigos e com a família, por exemplo, devem ser compartilhadas apenas nas redes sociais particulares.

Na conta profissional, é bacana postar apenas momentos de capacitação, frases inspiradoras, compartilhar conhecimentos na área, entre outras ações que motivem pessoas a buscarem seus serviços.

Aliás, outra dica interessante é sobre a linguagem utilizada nesses canais: seja em texto ou vídeo, o importante é focar em uma comunicação mais próxima da praticada pelo paciente, sem jargões ou informações técnicas demais.

Site desatualizado

De nada adianta investir na criação de um site se você não o mantiver atualizado. Por isso, é importante checar se sua empresa já não tem um endereço na internet e avaliar se as informações contidas nele ainda procedem.

É corriqueiro encontrar, nestes casos, dados que já não servem mais, a exemplo de telefones para contato, e-mail, bem como layouts obsoletos. Tais características, inclusive, podem afastar o paciente do seu consultório, ok?

Bom, já deu para notar que, para saber se está divulgando um consultório de Psicologia da forma correta, é preciso conhecer um pouco sobre gestão e Marketing, não é mesmo? Mas não se preocupe porque essas dicas práticas são o bê-a-bá para você começar a melhorar agora o processo de comunicação do seu negócio.

E se deseja seguir na busca de conhecimento, sugerimos que leia nosso post sobre Como alavancar a carreira de psicólogo com ajuda do Marketing!

E, então, o que achou das nossas dicas? Qual delas fez mais sentido para você? Responda, deixando seu comentário logo abaixo neste post! Queremos ouvir você!