Geral

As quatro ferramentas gratuitas que vão lhe ajudar (muito!) no atendimento on-line

Para muitos profissionais da área da psicologia, o atendimento via internet já era uma rotina normal. Mas, para maioria dos psicólogos e psicólogas, esse formato de atendimento ainda é um ambiente desconhecido. Por força do isolamento social, medida fundamental no combate à propagação do Coronavírus, muitos profissionais se viram em situação delicada com seus pacientes.

E agora, como prosseguir com as terapias ou abordagens?

A gente sabe que o relacionamento psicólogo-paciente é sagrado. Portanto, nosso artigo não visa recomendar como você deve proceder, como você deve falar, o que deve propor e de que forma. Nossa única dica, que tende a ser óbvia, é: escute o seu paciente e estabeleça com ele o melhor caminho a ser seguido. O combinado, quando dialogado, tende a ser cumprido de forma mais natural. Entenda que o momento provoca certa histeria e, portanto, é fundamental a todo cidadão contar com o suporte de um atendimento psicológico. Quais serão os desafios da limitação da presença física? Isso incomoda seu paciente? De que forma se pode minimizar esse impacto? Isso tudo você descobrirá com seus pacientes.

E a boa notícia é que a internet oferece ferramentas muito fáceis que podem auxiliar nesse processo. Vamos listas apenas algumas, que são as mais conhecidas e utilizadas!

1 - Whatsapp. Isso mesmo. Você pode realizar uma chamada por vídeo com seu paciente no horário que vocês combinaram, com duração ilimitada, ou seja, a chamada não cai quando atinge determinado tempo. Você precisará de uma boa conexão de internet e atenção ao "delay" que o vídeo provoca, a fim de evitar interrupções de fala. O que pesa contra essa ferramenta é o fato de que você não consegue realizar chamadas de vídeo pelo computador, sendo necessário que seja feito pelo seu smartphone. Isso obriga você a ter um suporte ou tripé no qual o telefone possa ser acoplado. Para baixar você deve acessar o repositório de aplicativos do seu celular.

2 - Skype. Essa é outra ferramenta bastante utilizada para conexão por vídeo. Você pode baixar o aplicativo no smartphone ou utilizar versão para o seu computador. Amplamente utilizado no mundo todo, o Skype apresenta conexões seguras e permite vídeo com chat. Como a terapia online é para ser o mais próximo possível da presencial, o chat não seria um recurso muito utilizado, mas é possível contar com as mensagens de texto para quando se finaliza o vídeo, por exemplo, lembrando da próxima agenda. Você precisa se certificar de que seu computador possua câmera e microfones de qualidade, para que a consulta não seja prejudicada por questões técnicas. O Skype também não limita o tempo de suas conexões e pode ser utilizado online apenas no navegador Google Chrome.

3 - Hangouts. É uma ferramenta de vídeo construída pelo Google, o que lhe confere segurança e bons recursos. Gratuita, como todas as anteriores, o Hangouts tem um porém: exige que tanto você, psicólogo ou psicóloga, quanto seu paciente, tenham contas de e-mail do Gmail. Não possui limitação de tempo para os vídeos.

4 - Zoom. Essa é uma ferramenta muito utilizada no meio corporativo para reuniões, pois permite a participação simultânea de até 500 participantes. Por mais que você não atenda a terapias de grupos tão numerosos, é uma boa opção para o profissional que dedica atenção a casais, famílias ou terapias com mais de uma pessoa. O Zoom pode ser utilizado no smartphone e no computador. O acesso se dá por um link de uma "sala de reuniões", como a ferramenta denomina. É possível inserir chat também e a única limitação é o tempo. Em sua versão gratuita, o Zoom permite conferências por vídeos de até 40 minutos, cortando a conexão sem qualquer aviso prévio. Se você optar por utilizar o Zoom, certifique-se de controlar o tempo ou de reconectar, se for necessário.

E qual é a melhor?

Nós não temos uma resposta taxativa para essa pergunta mas fizemos uma seleção cuidadosa para indicar ferramentas que sejam conhecidas por você e por seus pacientes, seguras sob ponto de vista de sigilo da informação, e fáceis de usar. Escute do seu paciente qual ele prefere ou se sente mais à vontade. E depois nos conte como foi sua experiência, relate no Universo da Psicologia quais são os desafios que você superou com o atendimento on-line. Seu relato pode inspirar outros tantos psicólogos e psicólogas do Brasil!

É fundamental também esclarecer o que diz o Conselho Federal de Psicologia e recomendamos que você esteja por dentro, clicando aqui. Sensível ao momento, o CFP deu mais agilidade ao processo de atendimento on-line permitindo que nos meses de março e abril, o profissional não precise aguardar a confirmação da plataforma E-Psi para começar o trabalho remoto.

E pense conosco: essa situação, apesar de crítica, prova que a internet é uma aliada na trajetória profissional. Pela internet há muitos meios de crescimento, aprendizagem e conexão! É nisso que nós acreditamos. Por isso, se você ainda não tem clareza do caminho a ser trilhado no meio digital, conte conosco! Vamos conversar e descobrir o que é melhor para você!

5
5 Comentários