Aspectos fundamentais na criação de um logotipo para Psicologia

Se você está planejando a sua identidade visual, certamente já pensou em utilizar algum símbolo relacionado à Psicologia na composição do seu logotipo. Já pensou em cores, em tipos de fonte, entre tantas outras coisas. 

Mas afinal, que outros símbolos, imagens e cores devem ser utilizados na criação de um logotipo para Psicologia?  O que devo considerar na hora de escolher entre esses elementos? Se essas dúvidas estão rondando a sua cabeça na hora de escolher o logotipo ideal, o artigo de hoje foi feito para você. Acompanhe a leitura!

5 dicas importantes para o logotipo ideal. 

1. Considere o público que você quer atingir

Antes de qualquer coisa,  você precisa fazer uma análise mais aprofundada do público que pretende agir.

Lembre-se que o objetivo da construção da sua identidade visual é justamente transmitir uma mensagem que demonstre seus diferenciais enquanto Psicólogo(a)  às necessidades dos seus pacientes (e potenciais pacientes).

Por isso, é importante levar em consideração se você está buscando atrair um público-alvo mais jovem, conectado à tecnologia, por exemplo, ou, ao contrário, visa atingir uma fatia mais tradicional, que prioriza valores como solidez e tradição.

2. Ressalte seus pontos fortes

Uma vez definido com clareza quem é o receptor da sua mensagem, chegou a hora de voltar suas atenções para o seu negócio. Você precisa elencar seus pontos fortes enquanto Psicólogo(a).

Talvez você seja profissionalmente conhecido, por exemplo, por escrever livros dentro de sua área. Ou por ser um professor(a). Ou por contar com muitos anos de prática. Ou por adotar determinada abordagem terapêutica. 

Esse tipo de informação deve ser destacado na hora de realizar o briefing para a equipe que irá trabalhar na concepção do seu logotipo. Dessa maneira, fica muito mais fácil criar um logo que saia do lugar comum e destaque você no mercado. 

3. Escolha a tipografia mais adequada

É importante lembrar que sua identidade visual vai muito além de um símbolo. Pensar na tipografia (tipo de fonte, formato da fonte, tamanho da fonte) mais adequada também é essencial para que o seu logotipo esteja alinhado aos valores que você, como Psicólogo(a), pretende transmitir. 

Opte sempre por uma fonte que tenha boa legibilidade, ou seja, que possa ser facilmente compreendida qualquer que seja o tamanho do seu logo.

É importante também considerar de que maneira a tipografia se integra ao símbolo que você escolheu, para que o conjunto seja equilibrado. Ícones volumosos, por exemplo, harmonizam melhor com fontes volumosas do que com aquelas mais delicadas;

A máxima que diz que "menos é mais" também vale nesses casos. Letras extravagantes ou rebuscadas demais não são indicadas, já que poluem o visual e comprometem a elegância do seu logo de psicologia. 

Ao mesmo tempo, considere que o tipo de fonte escolhida também passa uma mensagem subliminar ao seu receptor. 

Entenda melhor:

Fontes mais finas dão a ideia de precisão, sutileza, elegância e leveza

Fontes grossas ou negritadas passam a mensagem de solidez, tradição, consistência e durabilidade;

Fontes inclinadas ou itálicas transmitem a ideia de movimento, e são associadas a valores como agilidade, proatividade e presteza;

Fontes com serifas — que é como são chamados os traços e prolongamentos ao final de cada letra — passam a mensagem de tradição e elegância;

Fontes manuscritas estão ligadas a características como tratamento personalizado e cuidado artesanal e, por isso, são bastante utilizadas quando o emissor quer passar a ideia de proximidade e exclusividade.

4. Defina as cores do seu logo de Psicologia. 

Com essas questões esclarecidas, chegou a hora de definir as cores do seu logo de Psicologia. Aqui no Blog da Psicologia da , você vai encontrar muitos posts com informações importantes para compreender melhor o assunto.

Sugiro que você não abra mão de ler “Logo de Psicólogos : o que você precisa saber sobre escolha de cores”, onde você vai compreender melhor a teoria das cores, e “Como escolher as cores para o meu consultório?”, que traz 5 dicas essenciais para quem não quer errar na hora de decidir as cores do seu logotipo psicológico.

Além disso, é importante ter em mente que você não deve escolher mais do que duas cores, no máximo três. Logotipos multicoloridos deixam o visual poluído e pouco profissional.

Também é essencial que você esteja aberto à novas possibilidades. Em geral, quando o assunto é logo para psicólogos,  geralmente as escolhas giram em torno das cores tradicionalmente ligadas à área da Psicologia.  No entanto, lembre-se de que isso não é uma regra obrigatória, e pensar em outra paleta de cores pode ser muito mais original e elegante!

5. Símbolos quase sempre são uma excelente alternativa

Não há nenhum problema em criar um logotipo apenas com tipografia, sem símbolos ou cujo símbolo tenha alguma relação com as iniciais do seu nome ou sobrenome. Em muitos casos isso funciona perfeitamente. No entanto, se você quer uma marca que se destaque no mercado e seja imediatamente reconhecida pelos seus pacientes e parceiros, o ideal é agregar nela simobologias relacionadas à Psicologia (cérebros, rostos, borboletas, entre tantos outros). 

Lembre-se de que diferente não quer dizer, necessariamente, complexo ou rebuscado. Muitas vezes, um ícone/símbolo simples - basta pensar em marcas como Apple (uma maça), Nike (uma letra V estilizda) ou Chanel (duas letras C interligadas) - tem o poder de transmitir com clareza a sua mensagem e fixar-se instantaneamente no imaginário do público-alvo.

Para que essa tarefa seja realizada com sucesso, o ideal é contar com uma equipe de qualidade, especializada em projetar logos para a área de saúde. Assim, ficará mais fácil obter um resultado que seja ao mesmo tempo claro, elegante e de impacto para representar a sua clínica.

Este artigo tem o objetivo de compartilhar este conhecimento com você. Mas é claro que uma equipe de designers profissionais, como acontece aqui na Pling,  já leva todos estes fatores em consideração no momento de criação do seu logotipo. Entretanto, sua participação é fundamental no momento de resposta ao briefing inicial, pois é ali que você poderá expressar de forma precisa suas preferências.

Se você quer trabalhar na construção da sua identidade visual, entre em contato com a Pling agora mesmo! Será um prazer ajudar a sua marca a crescer! Veja exemplos de marcas profissionais para Psicólogos criadas pela Pling clicando aqui

0
Seja o primeiro a comentar!